Algumas coisas, por mais impossíveis que pareçam, a gente sabe, bem no fundo, que foram feitas pra um dia dar certo.” CFA

sexta-feira, 20 de agosto de 2010



Vivendo a angústia de um ser imerso em dúvidas que já não sabe se toma uma decisão ou deixa que alguém tome conta disso.
Ah! Como era bom quando minha mãe escolhia minhas roupas e arrumava meu cabelo enquanto meu pai sempre me levava pra escola e assinava o meu boletim.
Como era bom quando eu tinha uma professora que dava um texto qualquer e nos fazia perguntas sem nem sequer se dar ao trabalho de tirá-las da ordem para assim, dificultar nossas respostas.
Como era bom quando EU fazia as perguntas e exigia uma resposta rápida.
Como era bom não ter que me preocupar com compromissos, horários, obrigações e responsabilidades.
Claro que caminhar sozinha faz de mim uma pessoa cada vez melhor, madura e preparada para lidar com as adversidades e com as surpresas que a vida me reserva. Por outro lado, eu me sinto cada vez pior em ter que fazer escolhas. Ter que tomar decisões sem que ninguém possa me ajudar... Isso sempre foi muito difícil para mim.
Não, eu não quero abraçar o mundo!
Eu só gostaria de ter a oportunidade de experimentar coisas que eu ainda não conheço. Experimentar, simplesmente! Um test drive. É... eu quero um test drive das coisas da vida. Sem contratos, assinaturas, responsabilidades, horários, prazos e tarefas. Experimentar e desistir se não me agradar!
Sem remorso e sem agonia.
Sem medo de magoar quem acredita em mim.
Não posso me queixar da vida que tenho e nem das responsabilidades que consomem.
Por mais que elas aumentem eu faço aquilo que eu gosto e acredito...
Isso ainda me serve de consolo!


2 comentários:

  1. É, crescer dói..
    adorei seu cantinho :D

    ResponderExcluir
  2. Hunf =/
    Dói mesmo!
    Que bom que você gostou Bethânia.
    O seu também é lindo :D

    ResponderExcluir

Bom, aqui encontrei um cantinho onde pudesse expor (e organizar) o que penso, guardar imagens, poesias, textos e citações que me agradam. Portanto, sinta-se livre para comentar sempre que quiser.
Seja bem-vindo!
Obrigada pelo comentário (: